10:17 am - sábado dezembro 20, 2014

Recursos hídricos e a reconstrução de Camará são discutidos por autoridades e pesquisadores em Mulungu

Discussões apontam para a importância da valorização dos recursos hídricos na região.

Na manhã desta quinta-feira (24) nas dependências da Câmara Municipal de Mulungu, um diálogo proposto pelo vereador Fred Pimentel, reforçou a importância da valorização dos recursos hídricos tendo em vista a proposta de perenização do Rio Mamanguape.

Nesse primeiro encontro o Governo do Estado se fez presente através da presença do chefe de gabinete da Secretaria Estadual de Recursos Hídricos Guarany Marques Viana e o representante da Secretaria do Meio Ambiente, o agrônomo Denilson Lemos; o professor-doutor da UEPB Belarmino Mariano, o Secretário de Agricultura de Guarabira Marcelo Bandeira, a Prefeita de Mulungu Joana D’arc Bandeira e o Secretário do Meio Ambiente de Alagoa Grande, Felipe Diogo complementaram a mesa e mediando os trabalhos o radialista William Santos.

Entre as propostas apresentadas pelo professor Belarmino, a revitalização das matas ciliares e o aproveitamento sem desperdício dos recursos naturais para a viabilização da agricultura ecológica. “A população tem que acordar para a importância dos nossos rios” afirmou o Professor. Em relação a Camará, Belarmino teceu elogios ao governo do Estado, pela sua “gestão prática” caracterizando-o como um governo “corajoso ao tocar nessa ferida”.

Em outro ponto discutiu-se a viabilização da irrigação por meio dos recursos hídricos, a proposta defende a geração de emprego e renda, bem como o alavancamento da economia tendo em vista a agricultura, com ressalvas para a prática da agricultura sustentável e do não desperdício de água.

Contrapondo essa ideia, o professor da UEPB Rubem Fernandes, destacou a importância da irrigação e do escoamento por meio de sistemas de drenagem; o mesmo ainda criticou a posição do Professor Belarmino em relação à pecuária bovina, defendendo como fonte importante da economia.

O demora da conclusão das obras da barragem de Pitombeiras pelo governo estadual foi cobrado pelo vereador Fabiano Luz de Alagoa Grande, ressaltando o temor da população alagoa-grandense com a reconstrução de Camará. O mesmo utilizou sua fala para relembrar a tragédia de 2004 com o rompimento da barragem.

Essa foi a primeira discussão a cerca dessa temática, no qual a pretensão é da participação dos 10 municípios que compõem a abrangência do rio Mamanguape.

Ao final do encontro, em entrevista a nossa equipe, o Chefe de Gabinete Guarany justificou relações climáticas o principal responsável pelos atrasos nas obras de Pitombeiras cobrado pelo vereador Fabiano Luz: “O que o governo está fazendo é uma construção dentro do que está permitido pelo clima”.

Em entrevista, a Prefeita D’arc parabenizou o vereador Fred Pimentel pela iniciativa; para ela a reconstrução de Camará é um projeto real que beneficiará ativamente seu município com a perenização do rio Mamanguape; a prefeita fomentou os benefícios que a revitalização do rio trará para a parte agricultura, destacando a geração de emprego oriunda das áreas que serão irrigadas após a conclusão dos projetos.

Fabiano Luz parabenizou o conteúdo do debate, ressaltando a importância em se discutir essa temática que, para ele sobrepõe os “temas infrutíferos” geralmente abordados pelas câmaras municipais.

O vereador Fred Pimentel, ressaltou a resposta dada pelo governo de que a demora da conclusão das obras nas barragens são justificadas a partir da preocupação em se construir uma obra de qualidade sem riscos. Em relação a reunião, de sua propositura, o vereador destacou a presença de personalidades da mais “alta magnitude” e que conhecem e sabem da importância que o rio pode trazer para a população.

Filed in